segunda-feira, 11 de setembro de 2006

"American dream"...


Lá diz o povo:
"Quem semeia ventos, colhe tempestades"...

Se os capitalistas americanos (e americanos capitalistas) pensavam que "haviam ganho" a Guerra Fria; parece que há para aí um senhor de barbas (que não o Pai Natal) que lhes faz frente e mostra ao Mundo que a cantiga não é essa.
E bem.

8 Comments:

At 11/9/06 15:07, Anonymous Buabá said...

Bem mal, acrescente-se.

 
At 11/9/06 23:40, Blogger Menestrel said...

"Quem fizer a cama, nela se há-de deitar".

Tão simples como isto.

 
At 12/9/06 00:03, Anonymous Buabá said...

Mais estupidamente simples ainda é ser-se inocente e morrer-se, vitima de um atentado com estas dimensões.Familias destruidas... Vidas roubadas... Aposto que nenhum dos seus lá estava. Porque se estivesse o deitar na cama, não era tão simples.

 
At 12/9/06 00:20, Blogger Menestrel said...

Buabá:
sabe o que dizia Estalin?

"Uma morte é uma tragédia... Um milhão de mortes é estatística".

Agora, morrem inocentes, como diz e com razão. Mas não serão mais inocentes ainda os desgraçados Japoneses sobre os quais foram lançadas duas bombas atómicas???

 
At 12/9/06 11:40, Anonymous Buabá said...

São vidas ceifadas. Nas torres estavam americanos, franceses, italianos, chineses, japoneses... São tão inocentes os que aí morreram como os que morreram com as bombas atómicas. Mencionou o 11 de Setembro. Foi sobre isso que me pronunciei. A História está cheia de vidas inocentes dizimadas. É um mau argumento tentar tapar o sol com a peneira.
Governar não é ter poder. Governar é ainda mais respeitar a vida humana!

 
At 12/9/06 21:27, Blogger Santos R. Queiroz said...

Caro Buabá: não é; devia ser.

Caro Menestrel: foi desnecessária a menção ao Pai Natal. Já o tinham posto a vender Coca-Cola, com fato a rigor, portanto, a confusão seria impossível.

Saudações.

 
At 13/9/06 03:05, Blogger Sardoal said...

O 11 de Setembro transformou-se num pretexto para intoxicação da opinião publica ocidental mentalizando-a para um estado de guerra permanente ao serviço dos EUA e dos judeus.

 
At 13/9/06 21:34, Blogger Menestrel said...

Buabá, governar é ter poder! Caso contrário não é governar, é fazer de fantoche. (Como fazem os nossos políticos de hoje nas mãos dos capitalistas).

---

Caro Queiroz:
tem toda a razão. Mas optei por escrever, não fossem alguns fazer a piadinha.
Saudações.
---

Caro Sardoal:
disse o que eu queria dar a saber!
Muito bem!
Saudações.

 

Enviar um comentário

<< Home