domingo, 9 de março de 2008

A não perder - Prós e Contras 10 de Março 2008

Nunca assim:






Essencialmente assim:







Porque também não pode ser assim:




Façam o favor de ver, ainda que, no fim, tudo não passe de uma burguesice qualquer, de gente que nem sabe o que é a Monarquia Portuguesa e, tão-pouco, daqueloutros que estão - estupidamente - convictos que o paradoxo "República Portuguesa" não o é coisíssima nenhuma.

Veremos o que vai sair dali!



Menestrel

5 Comments:

At 9/3/08 21:22, Blogger Demokrata said...

Meu caro,

Mesmo sabendo da triste pândega que será o programa, tentarei fazer um esforço para dar uma vista de olhos. Porque na verdade, bom, bom, só se fosse assim:
http://commons.wikimedia.org/wiki/Image:Flag_United_Kingdom_Portugal_Brazil_Algarves.svg

Um abraço.

 
At 10/3/08 15:58, Blogger Nacional Cristão said...

Desde que um dia esse programa defraudou totalmente as minhas espectativas, quando do tema IMIGRAÇÃO, que não voltei a ver tal palhaçada.
Todos os convidados eram pró-imigracionaistas e nem um único contra.
Nunca mais voltarei a ver esse programa.

 
At 13/3/08 11:44, Anonymous menestrel said...

Estimado Demokrata,
quero agradecer-lhe aqui as suas palavras do seu post homólogo ao meu, uma vez que não consigo comentar no seu espaço.

Dentro de momentos escreverei as minhas impressões do programa, uma vez que também já me ocupei em ler as suas.

Um abraço!

Estimado Nacional Cristão,
compreendo as suas reservas (e também alguma revolta) em relação ao dito programa. Porém, nunca se esqueça que voltar as costas aos meios de comunicação que fazem (no verdadeiro sentido da palavra) a opinião das massas, pode dar origem a uma falha para a compreensão da mentalidade do nosso povo. Por outro lado, eu próprio me revolto até às entranhas quando ouço barbaridades que não vejo contestadas nem contrapostas.
Injustiças!

melhores cumprimentos

 
At 16/3/08 19:01, Anonymous Z said...

Cruzes! A primeira é folclórica, a segunda é horrenda, e a terceira de um pedantismo que revolve as entranhas. Um país a sério tem uma bandeira de jeito: Portugal, como de razão, debate-se entre estas três. E quem não percebe que um estandarte como deve ser inspira mais o patriotismo do que nil páginas de doutrina insípida...

 
At 24/3/08 13:18, Anonymous menestrel said...

Caro Z,

Cruzes digo eu. Eu sei que a segunda imagem está um bocado desfocada - sempre poderá olhar para o escudo à Direita, um pouco melhor.

Portugal é um "país a sério". Foi traído ignobilmente, mas continua a ser o Estado Português.

A bandeira deve inspirar patriotismo; mas deve igualmente ter doutrina. Senão usamos guardanapos.

 

Enviar um comentário

<< Home